Quantidade de Páginas visitadas

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EM 2011


EQUIPES MULTIDISCIPLINARES 

As equipes multidisciplinares foram criadas com o intuito de orientar e auxiliar o desenvolvimento, no espaço escolar e nos Núcleos Regionais de Educação, de ações relativas à Educação das Relações Étnico-Raciais e ao ensino da História e Cultura Afro-brasileira, Africana e Indígena. Estão juntos neste trabalho: Coordenação da Educação das Relações da Diversidade Étnico-racial (CERDE), o Departamento da Diversidade (DEDI) e a Secretaria de Estado da Educação.

No Colégio Estadual Dr. Romário Martins – Ensino Médio fazem parte da Equipe Multidisciplinar: Maria do Carmo Tineu Sanches (Pedagoga e coordenadora da Equipe), Profª Célia Aparecida Salvadego Lopes (Química), Profª Célia Maria da Cunha (História e Filosofia), Profª Elenise Rogério (Matemática), Profª Eliani Aparecida Caparroz (Geografia), Profª Márcia Regina Tonini (Língua Portuguesa e LEM Inglês) e a funcionária administrativa Mirian Marion Roeles. 



ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

O Colégio vem realizando atividades variadas relacionadas à cultura Africana e Afro-brasileira. A Equipe Multidisciplinar a cada bimestre vem colocando em prática a teoria que é vista nos encontros, e que ao serem planejadas vão sendo repassadas também aos demais professores que não participam do curso, mas trabalham em suas salas de aulas toda a temática discutida.

REUNIÃO DOS MEMBROS DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR 




PESQUISA DE DADOS E ELABORAÇÃO DE GRÁFICO SOBRE A COR DOS ALUNOS DO COLÉGIO 













APRESENTAÇÃO DE DANÇAS AFRICANAS 



RECITAÇÃO DE POEMAS





CULINÁRIA
A culinária afro que foi feita aos alunos do colégio partiu de receitas pesquisadas e escolhidas pelos alunos, que analisaram suas propriedades e substâncias na aula de Química, providenciaram um possível cardápio que foi concretizado e culminou em gostosos pratos que foram saboreados por toda comunidade escolar e demais convidados, como membros do Conselho Tutelar, da Associação de Pais, Mestres e Funcionários (APMF) e movimentos do município. Foi confeccionado um painel com receitas e fotos dos pratos típicos. 



Culinária afro servida aos alunos no cardápio diário como: farofas, escondidinho, doces (arroz doce, canjica, doce de batata doce), bolos, arroz com ingredientes afro, cozidos (com diversas verduras, raízes, legumes, carnes), mandioca cozida. 

FEIJOADA









ESCONDIDINHO



MOCOTÓ















CANJICA



TRABALHOS E MURAL SOBRE CAPOEIRA 



MURAL SOBRE AS CELEBRIDADES
Pesquisa e elaboração de trabalhos com o intuito de enaltecer e valorizar artistas negros que se destacam no cenário artístico-cultural do país. Foi feito um estudo sobre a vida de cada um deles, selecionado algumas informações relevantes produzindo biografias. 





PESQUISA NA INTERNET COM ALUNOS SOBRE PLANTAS ABORTIVAS USADAS PELAS ESCRAVAS E CHÁS TRAZIDOS DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA 



CONFECÇÃO E EXPOSIÇÃO DE MÁSCARAS AFRICANAS 







SOM AO VIVO COM CANTORES DE ORIGEM AFRO 





EXIBIÇÃO DO DOCUMENTÁRIO “VISTA MINHA PELE” 



“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. 
Para odiar, as pessoas precisam aprender; e, se podem aprender a odiar, 
podem ser ensinadas a amar” (Nelson Mandela) 

Ir para o início


ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EM 2010

A discussão sobre o tema Consciência Negra mobilizou a todos, alunos, professores, e equipe pedagógica, durante este último mês que antecedeu a data de 15 a 20 de novembro. Tais discussões geraram momentos de encontro e tensão, ao planejar ações educativas que foram desenvolvidas durante esta semana: Consciência Negra no Colégio e, para além de seus muros, com atividades produzidas pelos alunos, com a mediação dos professores e levados a comunidade em geral, como forma de divulgação pública, de ação educativa voltada a formatação ética dos educandos, com a intencionalidade de obter resultados junto a sociedade, e que possam assim disseminarem ideias e valores relacionados a diversidade cultural.
Porém é preciso ter claro que esta é uma questão que implica desafios bem maiores, como a questão cultural, incutido na cabeça dos adultos e familiares desses jovens que frequentam nossas escolas. Daí esse trabalho precisa ser desenvolvido em etapas e em processo democrático e aberto à discussão com alunos e familiares. Observamos que o preconceito ainda faz parte do contexto onde estamos inseridos, e todas as discussões referentes a este assunto foram realizados explicitando que é necessário e urgente uma mudança de postura e de ideologia, para que a transformação seja fato, e que esse novo sujeito possa agir com autenticidade e consciente de seu papel social.
De acordo com o que foi planejado ficou assim distribuído: as primeiras séries A e B do ensino médio trabalharam a produção de textos como: poesias, poemas, músicas e pesquisas diversas. Partindo desses textos produziram cartazes que foram expostos nos pontos mais frequentados da cidade e na escola. As segundas séries A e B trabalharam alem da produção escrita, também danças, o desfile da beleza negra e o concurso com prêmios para as alunas que melhor desfilaram. As terceiras séries A e B foram alem dos textos, murais, teatro e danças da capoeira e outras, também músicas e paródias criadas por eles. No decorrer da semana apresentamos filmes e documentários, com relatos e debates sobre o tema estudado. Fechamos a semana que foi bem dinâmica com o relatório geral sobre tudo o que foi trabalhado, e com resultado positivo de tudo o que planejamos e executamos.

CONFECÇÃO DE TRABALHOS E MURAIS

ELABORAÇÃO E APRESENTAÇÃO DE PARÓDIAS

 

APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS





APRESENTAÇÃO DE DANÇAS AFRO



APRESENTAÇÃO DE CAPOEIRA



CONCURSO BELEZA NEGRA





 

 Ir para o início









Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito